O que NÃO fazer ao construir sua maquete

Sabemos que a esta altura do ano muitos estudantes de Arquitetura e Urbanismo já estão de férias (ou não)! Mas conhecimentos sobre como construir melhor suas maquetes são indispensáveis sempre, então, mesmo nas férias, algumas dicas são muito bem-vindas.

número whats

Entretanto, o tutorial deste post não será sobre o que fazer para construir melhor sua maquete e sim sobre o que não fazer! Exatamente, alguns erros são tão corriqueiros, ou então, tão previsíveis, mas muitos alunos continuam cometendo dia após dia ou maquete após maquete.

01 – O SUPER BONDER

Este tipo de cola é excelente para quase tudo. Quem nunca usou para colar aquele tênis velho ou o brinquedo quebrado, enfim, desde pequenos já alguma vez na vida ficamos com os dedos grudados com a super cola. O problema é que, se você estiver construindo sua maquete em isopor, esta cola tão sublime pode se transformar em um pesadelo.

A combinação de isopor com superbonder simplesmente não dá certo, pois o material DERRETE. Muitos alunos desconsideram todos os seus conhecimentos em química (ou até mesmo de vida) e resolve fazer o teste aplicando superbonder em sua maquete de isopor e o resultado é: a perda do trabalho (ou de parte dele) e ter de recomeçar, comprar novos materiais, etc.

Além disso, se você tiver usando o acetato para simular o vidro NÃO COLE ELE EM NADA COM O SUPERBONDER! Você vai manchar, às vezes não cola direito e no final o que vai te sobrar será o desespero e seus dedos grudados.

maquete1

02 – COLA QUENTE

Esta sim já salvou a vida de muita gente e é responsável por colar quase tudo em maquetes. No entanto, sempre há aqueles que esquecem a pistola ligada muito tempo esquentando o material. E o resultado disto?

Ou alguém irá para o hospital com queimaduras ou então você se esquece de que a cola está extremamente quente e ao usá-la no isopor SURGE UMA CRATERA.  É nesse momento que você chora, entra em desespero, se bate, liga pra alguém. Portanto, cuidado na hora de utilizar a cola quente, não deixe a pistola muito tempo ligada!

número whats

03 – O ESTILETE

Momento de tensão. Cortar as peças e ter o maior cuidado para não errar e desperdiçar aquele papel caro, o que geralmente não acontece, pois você sempre erra, e descobre que sua coordenação motora é péssima.

Por isso, cuidado redobrado ao tentar cortar qualquer coisa! Afinal, tenho certeza você não quer cortar seus dedos e muito menos manchar sua linda maquete de sangue. Logo, é bom ter atenção, usar uma régua que apoie melhor e te ajude a conduzir o estilete. A qualidade do estilete também é importante, dê preferência àqueles que tenha apoio de metal para a lâmina.

maquete2

04 – TINTAS

Usar tintas em maquetes é algo um pouco complicado. Inclusive, boa parte dos professores olha torto ou não aceitam pinturas na maquete. Mas como isso é algo bastante variável e se você resolveu pintar alguma coisa em sua maquete, tenha muito cuidado.

Primeiro, dependendo o que e como você for pintar pode ficar uma coisa bastante desagradável. Tenha sempre certeza do que está fazer e o porquê.

Em relação às tintas: NUNCA TENTE USAR TINTA SPRAY EM ISOPOR.

O motivo, talvez não muito óbvio para alguns, é a desintegração do material. A sensação será de você se desmanchando junto com aquilo…

Se você quer pintar, então pesquise bem a tinta e analise quais os efeitos com o material que você irá utilizar para não correr o risco de ver todo seu esforço derretendo.

05 – PAPEL

O papel é uma coisa que varia segundo a sua necessidade e o que você quer como resultado final da sua maquete. Tem papéis mais fáceis de cortar, tem uns que você quer amaldiçoar o vendedor que te ofereceu aquela placa a qual só te ajudou a arrancar os seus dedos, porque nessa hora, o papel é tão duro que a única coisa que você consegue cortar é uma parte de você ou de um colega que está por perto. Além disso, tem o sulfite que quando usado, normalmente resulta em desastre.

Se você for a uma boa papelaria, eles te darão opções como o papel foan, o Paraná, o Bismarck (normalmente usado com as pranchas rígidas), o duplex, o tríplex, quadriplex, PVC expandido, etc.

Em resumo, tome cuidado ao fazer sua maquete, sempre pesquise antes de qualquer coisa, pois o resultado pode ser desastroso e a última coisa que você vai querer é ter a sua maquete destruída na sua frente depois do trabalho árduo que você teve, ou não.

Se você tiver mais sugestões ou então quiser contar suas experiências em relação a maquetes, não deixe de comentar nessa postagem. Participe!

número whats

Sobre 44 arquitetura

A 44 Arquitetura é um escritório particular pertencente aos sócios Cássio Wetterich e Luiz Carlos Lara localizado no interior do estado de São Paulo. Ficou conhecido no Brasil através de sua página no Facebook a qual se tornou uma das mais populares no segmento devido a seu conteúdo atualizado e diversificado relacionados com o as áreas de Arquitetura, Urbanismo, Design e Engenharia!
PRMEIO BANNER BLOG