Tendência: aprenda a projetar residência para idosos

número whats

Para todas as pessoas, a casa simboliza o refúgio, o porto-seguro, um local estratégico onde uma família de uma pessoa só ou de vários indivíduos se sentem abrigados e confortáveis. Alem da segurança e do conforto, a casa precisa estar adaptada à rotina dos moradores e precisa apresentar funcionalidade para cada perfil o qual irá habitá-la. O Brasil, que nas últimas décadas vem apresentando melhores indicadores sociais e de renda, vê crescer cada vez mais o número de idosos (pessoas com 65 anos ou mais) e, devido a isto, é cada vez mais necessário para nós, arquitetos, que tenhamos condições de projetar e executar trabalhos os quais estejam especificadamente direcionado a este público.

Além dos idosos, cidadãos com necessidades especiais – de qualquer idade – também precisam de adaptações para que seus lares apresentem com maior satisfação e qualidade justamente aquelas condições prescritas acima – conforto e segurança. A rotina destes moradores, precisa ser a mais estável possível e a funcionalidade da habitação obrigatoriamente deve atender a isso.

número whats

Problemas de visão, redução da audição, hipertensão, labirintite, efeito colaterais de remédios dentre outros fatores são as causas dos acidentes, os quais acontecem principalmente dentro de casa e são os responsáveis por muitas sequelas que levam a problemas futuros.

A prevenção reduz o número de acidentes, de custos com médicos e hospitais e melhora a qualidade de vida do idoso e de quem vive com eles.

casa-adaptada-terceira-idade

Clique na imagem para ampliá-la

DICAS

A disposição dos móveis e detalhes como cores e iluminação fazem muita diferença:

  • Decoração: instale fitas adesivas debaixo dos tapetes para fixá-los; os tapetes devem ser evitados, mas caso permaneçam opte por aqueles de cerdas baixas;
  • Cores: paredes de cor clara refletem melhor a luz e detalhes com cores mais fortes podem estimular os sentidos do idoso e tornar a rotina mais dinâmica;
  • Móveis: evite que o idoso tenha que se abaixar ou se esticar muito para alcançar os objetos (utilize móveis com altura média); cadeiras e sofás com assento médio e espaldar alto são mais confortáveis para se levantar; cantos arredondados são mais seguros; mesas laterais devem ser fixas para permitir que se apoiem quando necessário; gavetas devem ter travas de segurança para que não caiam ao abrir; armários com portas de correr são melhores por não interferirem na área de circulação; evite móveis de vidro;
  • Circulação: deve ser a mais livre possível e, em geral, no mínimo 80 cm;
  • Acesso a Escadas: o melhor é que ocorra através de rampas, com no máximo 8% de inclinação; para maior proteção instale corrimão com 90 cm de altura nas escadas e rampas; elevadores e plataformas elevatórias são uma boa solução para evitar escadas e desníveis;
  • Escadas: devem ter patamar entre 28 e 30 cm para que os pés tenham o apoio necessário;marque o início e o fim da escada, o que pode ser feito utilizando um material de cor e textura diferente; balizadores (pontos de iluminação) em cada degrau facilitam sua visualização; evite desníveis pequenos que podem provocar tropeços (prefira pequenas rampas);
número whats
  • Piso: opte pelos antiderrapantes, como cerâmicas com textura tátil e pisos emborrachados;
  • Banheiro: adapte barras de apoio, vaso sanitário elevado e banco dentro do box (pode-se utilizar o mesmo padrão do banheiro para deficientes motores NBR 9050 ABNT);queda_idoso
  • Iluminação: deve ser abundante e uniforme, evitando pontos escuros que possam esconder objetos compensando as dificuldades visuais; as lâmpadas devem ser anti-ofuscante(lâmpadas leitosas permitem iluminação indireta); facilite o acesso aos interruptores escolhendo os iluminados;
  • Cozinha: torneira de mono comando ou alavanca facilita o manuseio; copos de plástico e de metal evitam cortes no caso de acidentes; ter um carrinho com rodas facilita o transporte dos objetos de um ambiente para o outro;
  • Quarto: deve ficar no andar térreo, com acesso fácil ao banheiro; a cama deve ter altura que permita estar sentado e apoiar os pés no chão; colchão e travesseiros devem estarde acordo com as necessidades de saúde da pessoa (como o peso); deve haver lanterna, telefone e campainha próximos da cama; a mesa lateral deve ter cantos arredondados;
  • Jardim: deve ser bem iluminado para que quem esteja dentro da casa enxergue bem o que há do lado de fora garantindo segurança física e psicológica;
  • Portas: se possível sempre com vão de 80 cm, principalmente para o banheiro e entrada da casa (esta pode ser maior, com 90 cm); maçanetas de alavanca (e não redondas) são recomendadas.
número whats

CONCLUSÃO

Com estas dicas, é possível fazer com que a residência se torne cada vez mais segura e cômoda, permitindo ao idoso maior autonomia e confiança, garantindo que pratique movimentos dentro de casa ao se deslocar livremente,estimulando a circulação, a memória e o raciocínio, diretamente relacionados a uma auto-estima melhor e qualidade de vida superior, inclusive para quem convive com eles.

Sobre 44 arquitetura

A 44 Arquitetura é um escritório particular pertencente aos sócios Cássio Wetterich e Luiz Carlos Lara localizado no interior do estado de São Paulo. Ficou conhecido no Brasil através de sua página no Facebook a qual se tornou uma das mais populares no segmento devido a seu conteúdo atualizado e diversificado relacionados com o as áreas de Arquitetura, Urbanismo, Design e Engenharia!
PRMEIO BANNER BLOG